Edição Brasileira 2013

Setembro-Outubro 2013

 Edição completa

A edição completa bem como todos os artigos estão em formato pdf. As edições completas podem ter arquivos grandes que podem levar algum tempo para baixar. Os arquivos individuais podem ser baixados clicando nos títulos dos artigos abaixo.

 Capa

 Súmario

Os Objetivos Terroristas de Medo e Indignação

John A. Lynn II

Enquanto destaca o medo nos planos terroristas, este artigo sustenta que para entender as dinâmicas do terrorismo também devemos aceitar que seus ganhos mais importantes não decorrem do medo, e sim ao instigarem a indignação.

14 O Swarming Social: Efeitos Assimétricos sobre o Discurso Público em Futuros Conflitos

Major David Faggard, Força Aérea dos EUA

Uma futura tática na guerra de informação baseada na cibernética se apoia em soldados-cibercidadãos portadores de mídias móveis, que empregarão táticas de swarming social (“enxameamento da população” ou “afluência popular”) para sobrecarregar um sistema, decisor ou nó crítico.

27 Mulheres: O Multiplicador de Combate da Guerra Assimétrica

Coronel (Reserva) Clark H. Summers, Exército dos EUA

Este artigo propõe a hipótese de que as mulheres costumam ter habilidades e capacidades que as tornam mais efetivas que os homens em certas situações táticas. Em caso positivo, a Profissão das Armas precisa tirar proveito total dessas capacidades como um multiplicador de combate.

37 Lutando Sozinhos: O Desafio do Decrescente Capital Social e a Profissão Militar

Major Charlie Lewis, Exército dos EUA

Ao expor fraquezas relativas ao capital social do Exército, demonstro como desenvolver métodos para estruturar tanto a confiança quanto o espírito de corpo dentro da Profissão, com vistas a enfrentar esse desafio.

50 Como Derrotar as Ameaças Híbridas do Futuro: O Maior Desafio à Profissão Militar de 2020 e Além

Major John R. Davis Jr., Exército dos EUA

O dilema de segurança no futuro próximo consistirá em ameaças híbridas em constante evolução. O desafio crítico para a Profissão Militar do futuro é determinar que competências profissionais devem ser acrescentadas ou adaptadas.

62 Acesso Operacional Conjunto e a Força de Resposta Global: Redefinindo a Prontidão

General (BG) Charles Flynn e Major Joshua Richardson, Exército dos EUA

A Operação Atropian Reach (Out 2012), um exercício de acesso operacional conjunto, foi desenvolvida pelo Centro Conjunto de Instrução de Prontidão, no Forte Polk, Louisiana, contando com a cooperação de equipes de planejamento conjunto do 18o Corpo Aeroterrestre e da 82a Divisão Aeroterrestre. Ela proporciona um pano de fundo para um grande debate sobre acesso operacional conjunto e o papel da FRG.

71 Projeto de Força do Futuro

Coronel Ramon Marçal da Silva, Exército Brasileiro

A proposta deste artigo é descrever o Centro de Integração de Capacidades do Exército dos Estados Unidos da América (ARCIC), sua missão e particularidades e o relacionamento do Centro com a Doutrina, procurando verificar a viabilidade de uma estrutura similar na Força Terrestre Brasileira.

78 Como Preparar Comandantes que Pratiquem o Comando de Missão e Conquistem a Paz

Tenente-Coronel Douglas A. Pryer, Exército dos EUA

Para preparar comandantes que realmente pratiquem o Comando de Missão e possam conquistar a paz, o Exército dos EUA precisa de uma reorientação total, que apoie mudanças profundas na cultura, doutrina, adestramento, gestão de pessoal e formação.

91 What Terrorists Want: Understanding the Enemy, Containing the Threat

Resenha escrita pelo Tenente-Coronel Paulo Edson Santa Barba, do Exército Brasileiro

Poucos assuntos relacionados à defesa têm sido tão estudados na atualidade como o terrorismo. Entretanto, a vasta maioria desses estudos não enfoca as causas do problema, mas os sintomas dele resultantes. Em What Terrorists Want (O que Desejam os Terroristas), Louise Richardson ataca a estratégia adotada pelos Estados Unidos para lidar com o terrorismo e propõe uma abordagem focada na identificação e no tratamento das causas do fenômeno.

93 Contracapa

As edições ibero-americana e brasileira da Military Review tiveram o prazer de recepcionar os oficiais alunos da América Central, América do Sul e Espanha que ora frequentam a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército dos EUA (U.S Army CGSC), em uma cerimônia realizada na tarde de 19 de setembro de 2013, no Forte Leavenworth. Presentes ao evento estavam a Editora-Chefe e as equipes de todas as edições da Military Review, os oficiais de ligação do Chile e do Brasil, vários distintos convidados, os alunos e suas famílias. Os seguintes países estavam representados: Brasil, Colômbia, El Salvador, Honduras, México, Paraguai, Peru e Espanha.